Roda Gigante

abril 21, 2011 at 2:47 pm 1 comentário

Vale ou não vale parar, esperar, terminar ou pausar para o tempo pensar? Bebo mais um copo e decido superar a sua falta. Hoje estou com os poucos amigos que me restam. Eles me fazem rir, baby, de uma forma que você nunca conseguiu. É tarde e agora eu percebo o quanto de mim faltava em você. Somos diferentes e eu nunca trocaria essa cerveja e esse punk que toca no fundo do bar, por todas as suas escolhas previamente calculadas no que o mundo pensaria de você. A vida é isso, amor, uma roda gigante de jeitos e comportamentos. A única coisa que nos aconteceu foi um esbarrão na fila para embarcar.

Anúncios

Entry filed under: Sobre alguém;.

Para dançar no meio fio Vê, que coisa é a vida

1 Comentário Add your own

  • 1. leo gaede  |  abril 21, 2011 às 5:43 pm

    lindo! sem brincadeira… depois comento melhor, agora estou indo para caioba, afinal nada me resta alem dela e o punk. Nem meus versinhos mais ou menos me restam – eles brigaram comigo hoje. Depois comento melhor…. muito bom e rapido… um beijo. Achei lindo

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Hoje é dia…

abril 2011
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Sofisticada no Twitter


%d blogueiros gostam disto: