Archive for junho, 2008

Todo o tempo que durou

Tanto faz se o seu coração já não bate tão mais forte, pois o meu também desacelera. Tanto faz se agora você não sente mais o mesmo que no começo de toda essa história, pois eu também me confundo algumas vezes. Sabe… tanto faz mesmo! Aposto que quando a minha mão encontra a sua, ela se lembra de todas as outras vezes. Aposto que ela sente falta de ficar no bolso junto a sua em dias frios. Eu sei, que tudo passou, que o tempo demorou, que não durou. Também sei que cada beijo foi corrido, escondido, iludido. Mas hoje você falou que vai melhorar. E como faz para melhorar passado? Como faz para melhorar aquele dia na cervejaria ou no calçadão da praia? Como faz para EU melhorar o dia que mandei você abrir a porta rápido ou quando chamei você de idiota? Como faz pra curar mensagens de “te odeio” e pesar mensagens de “te amo”? Fomos iguais, estamos quites. E agora? Se dou um passo a frente, você dá dois para trás. Se você progride, avança, eu recuo, defendo. Aqueles dois corações que se gostam e desgostam com tanta facilidade. Aqueles dois corações que relembram, relembram… e só disso vivem. Eu ainda vou me sentir bem ao seu lado. Eu ainda quero juntar a minha mão a sua. Como era mesmo aquela frase? “Eu preciso sentir que você ainda sente, eu preciso que o seu coração dê um choque no meu, eu preciso saber que seu peito ainda aperta um pouco quando eu vou embora e se espalha como borboletas nas veias quando eu chego.” (T.Bernardi)

junho 29, 2008 at 5:42 am 3 comentários

No inverno tudo é chato… e gelado.

Além das 2h a mais de preguiça na cama, são mais 2h no banho quente. No inverno eu tenho preguiça de ir ao banheiro só porque a água da pia não esquenta tão rápido quanto a do box. O aquecedor insiste em gastar mais energia do que posso pagar e calça jeans gela a coxa. Eu não gosto de sopa, de muito casaco e de assoar o nariz. Para sair a noite é preciso pensar duas vezes se vai ou fica, sem dizer as outras 3h pensando onde você vai enfiar o maldito casaco depois de entrar no maldito bar, que vai estar um forno! O inverno é feio e todo mundo é mais gordo, mais branco, mais chato, mal humorado, preguiçoso. Inverno gasta dinheiro, gela as mãos e racha a boca. Me peguei hoje com três manteigas de cacau na bolsa. TRÊS! Quem é o ser que anda com três dessas porcarias que nem mesmo gosto tem?

O inverno é chato mesmo! Chato e com gosto de nada.

Obs.: Sofia Ricci não fez um post melhor porque suas luvas estavam atrapalhando.

junho 27, 2008 at 1:32 am 3 comentários

Etiquetas amarelas

Eu estava assim, meio entediada e resolvi procurar no Orkut umas amigas dos tempos de ensino fundamental. É fato que o choque foi forte. Aquelas fotos de baladas lounge, jantares e roupas que nem minha vó usa, foram um ataque ao meu modo de vida. E eu que me achava tão moderninha, tão saidinha, tão sociável… credo! Até comecei a rever meus conceitos e passar a trocar o cd dos Los Hermanos por algum Dj de nariz empinado e sotaque arrastado. Comecei a achar minha vida assim, tão sem gracinha, tão sem emoção e cheia de etiquetas amarelas de lojas de departamento. Eu não tomo Martini e nem mesmo sei exatamente o que é, eu não pago mais de R$20 em baladas (precisa ser muito boa e no começo do mês), eu não ganho um carro 0km de 18 anos e tenho a obrigação de passar na Federal. Meu namorado também não tem uma conta bancária infinita, aliás, eu nem sequer tenho um namorado! Meu celular não voa, meu tênis não anda sozinho e minha unha é made in home. Eu durmo de moletom e minhas meias são coloridas, isso é feio? É feio acordar de cabelo bagunçado? Comer arroz e feijão? Ficar feliz por poder comer paçoca nessa época do ano? Eu não acho. Eu me acho bem bonita assim. Eu me sinto muito mais completa e muito mais feliz! Eu gosto de ficar em casa escrevendo aqui no blog e… Puxa! Como eu fico feliz em ser elogiada mesmo sabendo que estou vestindo meias de dedinhos. Eu entro no ônibus e cumprimento o motorista e o cobrador e eu também agradeço antes de descer. Será que gente bonita, rica e sociável… é simpática? Puxa vida! Minha vida não é sem graça nada! É muito mais emocionante perder o ônibus e esperar 15min em pé. È muito mais gostoso comer o arroz e feijão da minha mãe. Assim como também é muito mais romântico saber que ele gosta das minhas meias de dedinho, do meu cabelo bagunçado de manhã cedo e dos meus desejos de comer paçoca em Junho. Ai, como eu sou feliz vestida com roupas de etiquetas amarelas e… Puxa! Como eu rio sem ter vergonha quando esqueço de arrancá-las da roupa!

junho 24, 2008 at 11:39 pm 10 comentários

Mais do Mesmo

Mais uma vez eu acordei atrasada, mais uma vez perdi a primeira aula, mais uma vez perdi o ônibus, mais uma vez o resumo de biologia levou um dia inteiro, mais uma vez eu fiquei com dor de garganta, mais uma vez ela curou com sorvete de morango, mais uma vez eu fui mal em redação, acabei com meus créditos, tropecei no meio fio, comi tangerina, banana, maçã e pão de queijo.

Mais uma vez.

junho 23, 2008 at 11:19 pm 3 comentários

Brincando de Top-Top- parte 2

Top 5O porquê sou uma pessoa melhor.

05. Escrevi a matéria de história em caneta verde-limão, mesmo sabendo que não ia conseguir ler depois.
04. Cumprimentei as pessoas do meu colégio e deixei de lado o tal “oi geral”.
03. Ouvi uma velhinha no ônibus contar a vida dela, da filha dela, do neto, do cachorro e da chave que ela precisava tirar cópia.
02. Baixei o álbum do “Trem da Alegria” e morri de nostalgia pelos anos 80 herdados em LP pelos meus irmãos.
01. Comprei uma pantufa e parei de encardir meias.

junho 21, 2008 at 12:49 am 2 comentários

Saco!

Eu ia fazer um top-top parte 2, mas dai não achei nada legal para pôr. Aí eu resolvi escrever sobre problemas amorosos, coração partido, carência exacerbada e coisa e tal. Me senti Bridget Jones demais para o meu gosto atual. Chega de escrever sobre se matar de estudar, sobre como ser vestibulanda é um saco e quantos Kg de chocolate eu comi depois do almoço! A vida é um tédio, é repetitiva e deveras enjoada, mas isso todo mundo sabe! Para quê entediar leitores, não é mesmo? Agora, me desculpem o comentário mas escrever de luva é um saco! Ir para o colégio as 6h40am com -1ºC é um saco! Estudar de cabelo molhado, é um saco! Por falar nisso, estou começando a entender o motivo do cabelo oleoso, nojento e sem movimento da menina que senta perto de mim, eca! Voltando a sessão “a vida é um saco e eu vou morrer congelada a-go-ra” como se não bastasse tudo isso (que na verdade é nada, mas eu adoro dramatizar), no domingo eu tenho prova e não estudei “necas de pitibiriba”! Aliás, estou aqui escrevendo sobre nada com coisa nenhuma só para passar o tempo esperando a maldita janelinha do msn subir!

Puxa, que saco!

junho 17, 2008 at 10:52 pm 3 comentários

Ai que vontade!

Hoje eu acordei com vontade de alguma coisa, achei que era de não ir a aula e não fui. Aí a vontade não passou, a consciência pesou e eu acabei por ir. Atrasada, mas fui! Então eu quis comer algo, achei que era o bolo de limão da minha mãe e pedi. Sim, eu pedi, ela fez e eu comi. Que culpa tenho eu de ser caçula e mimada? Bem, a vontade não passou. Era vontade de algo novo, diferente. Algo que explodisse na boca de tão gostoso e de tanto que matava aquela tal vontade. Eu zanzei pela casa, fui no banheiro, na cozinha, na garagem, no sóton e parei no corredor. Chega! A vontade definitivamente não era de procurar aquilo que a matasse. Dei um pulinho no meu quarto, só por via das dúvidas, e olhei o convite do aniversário que tinha hoje a noite. A vontade também não era de sair. Ai que coisa! Essa vontadezinha que me rói por dentro de tanta curiosidade! O que ela quer? O que eu faço pra matá-la? Deve ser vontade de ouvir música, Jack Johnson, John Mayer, Skank, Paralamas, Titãs, Legião, Elis, Tom, Chico, Ivete, Pagode, Axé… aimeudeus! Não é vontade de ouvir música não! Ai, mas que chato! Deixa eu mandar uma mensagem para me distrair…
…Ih! Pronto, passou! Não era vontade coisa nenhuma, era só Saudade!

junho 15, 2008 at 4:05 am 2 comentários

Posts antigos


Hoje é dia…

junho 2008
S T Q Q S S D
« maio   jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Sofisticada no Twitter


%d blogueiros gostam disto: